Ponta do Pargo – 6ª Edição

Este sábado deu-se continuidade aos trabalhos da última intervenção do Projecto ‘Madeira Voluntária’ num terreno particular na Ponta do Pargo. Este terreno possuía cerca de 2000 espécies de plantas, 60 frutos e cerca de 50 vegetais, fruto do trabalho dos últimos 15 anos dos proprietários do terreno. Mais uma vez, os voluntários do Projecto ‘Madeira Voluntária’ estiveram centrados na recuperação do terreno e pilha de compostagem de forma a recuperar este terreno.
No próximo sábado, desta vez o alvo de intervenção será uma moradia completamente destruída em Gaula e estufas nas suas imediações que foram afectadas pelos incêndios. As estufas já haviam sido parcialmente destruídas aquando o 20 de Fevereiro. A saída está prevista para as 14h30 do Funchal (Tecnopólo) e o regresso para as 18h30. Para mais informações: escolayogafunchal@gmail.com
Fica aqui o registo das actividades realizadas em conjunto com os proprietários, numa tarde de trabalho muito produtiva!
– preparação de um espaço para ampliar uma caixa de compostagem (retirada de telhas e retirada dos detritos da antiga caixa para adubagem de outro terreno, contrução do compostor)
– transporte de adubo animal para servir de fertilizante
– transporte de galhos grossos para construção do suporte das paredes da caixa de compostagem
– transporte dos triturados da 1ª intervenção neste terreno, realizada a 21 de Agosto, para a caixa gigante de compostagem
– recolha de vidros e pedras existentes entre as plantas
– corte de folhas de plantas de jardim que estavam queimadas ou apodrecidas
– corte de folhas de palmeiras que estavam queimadas
E no final do dia os voluntários tiveram direito a jantar oferecido pelos proprietários do terreno com um fantástico pôr-do-sol!
Anúncios

Ponta do Pargo – 6ª Edição

47 voluntários já participaram no ‘Projecto Madeira Voluntária’, seja em Santa Cruz, seja no Palheiro Ferreiro, ou na Ponta do Pargo.

Desta vez, no próximo sábado está prevista uma nova deslocação à Ponta do Pargo, para finalizar os trabalhos de recuperação de terrenos de uma casa particular. A saída do Funchal está prevista para as 14h00, (encontro no tecnopólo) e o término da intervenção às 19h00. Segue-se um jantar oferecido pelos proprietários do terreno, se bem que recomendamos a todos os voluntários que levem comida para o jantar/partilhar. Para mais informações contactar: escolayogafunchal@gmail.com

Ponta do Pargo – 5ª Edição

Os voluntários do Projecto ‘Madeira Voluntária’ deslocaram-se até à Ponta do Pargo, a uma casa particular para auxiliar os moradores na recuperação do seu terreno. Pelo caminho foi possível verificar como esta zona foi largamente afectada pelos incêndios, sendo o castanho-acinzentado a cor predominante. A zona de intervenção possui uma grande área de eucaliptos e os moradores referiram que costumam ocorrer incêndios a cada dois anos, mas nenhum com as dimensões do incêndio deste ano.

(terreno de eucaliptos em redor do local de intervenção)

Como consequência, os pinheiros estão a ser eliminados e de ano para ano existem cada vez mais eucaliptos. Incrivelmente, estes já estão a crescer, ao contrário de todas as outras árvores!

Medidas de prevenção, sobretudo controlo e limpeza dos eucaliptais são fundamentais na Ponta do Pargo, de forma a evitar os incêndios que ocorram bi-anualmente! Atendendo a que este é um problema constante e cada vez mais frequente na Madeira, é muito importante pensar em soluções construtivas a longo prazo. Ou seja, mais do que apagar incêndios que ocorrem quase todos os anos, é preciso pensar e agir no sentido de evitar que estes aconteçam.

Hoje realizámos diferentes actividades, essencialmente de limpeza de terrenos afectados pelos incêndios ficando aqui o registo fotográfico de algumas dessas actividades.

(corte de lenha)

(corte de ramos de eucaliptos)

(transporte dos troncos de eucaliptos com um trabalho espectacular de equipa)

(trituração dos ramos dos eucaliptos)

(Remoção de terra de raíz de árvore)

Intervenção na Ponta do Pargo

Hoje vamos até à Ponta do Pargo (saída do Funchal às 9h30, regresso por volta das 16h/16h30) para auxiliar na recuperação de terrenos agrícolas afectados pelos incêndios. Fica aqui o registo de algumas actividades já iniciadas pelos moradores – limpeza dos terrenos, compostagem, etc., sendo que é possível acompanhar a evolução dos trabalhos via facebook :http://www.facebook.com/groups/386084954775324/

Corte de árvores – lenha

Compostagem